Avaliação da Aprendizagem - paradigmas


A avaliação educacional e a prática docente cotidiana

Reflexão inicial

Prática de ensino, pra quê?
Ela inclui aprendizagem de ações para uma atuação eficaz em sala de aula. Essa aprendizagem é necessária na prática docente.

Currículos tradicionais ® prática de ensino ® integração de disciplinas teóricas e fundamentação.
Problematização ® expressa uma visão e prática da avaliação que são o oposto das tradicionais. Compreensão crítica do mundo.

Paradigmas avaliativos

Paradigma é um modelo ou padrão a ser seguido. Conjunto de conceitos e métodos aceitáveis e úteis para um dado conjunto de estudiosos.


Paradigma objetivista

Tende a associar a avaliação com medidas dadas às suas bases epistemológicas calcadas no positivismo. O processo de avaliação da aprendizagem se dá através de testes e outros instrumentos de apreciação, onde se atribui qualidade ao que é avaliado. Preocupa-se com a objetividade.

Paradigma Objetivista
Professor
Preocupa-se com a objetividade científica e passa por um processo de alienação na prática de ensino-aprendizagem.
Aluno
São levados a aprender determinados conteúdos tidos como importantes, mas que se distanciam de sua realidade social e de seus interesses.
Processo Avaliativo
• Preocupação com a objetividade, com a reificação das coisas.
• Ênfase na mensuração.
• Rigor científico na construção dos instrumentos de avaliação.
• Uso de testes e instrumentos objetivos.
• Redução máxima dos critérios e valores subjetivos.
• Expectativa de que se pode avaliar, aprovar, aceitar ou recusar qualquer coisa com certos critérios ou com uma escala de valores.

Influenciados por este paradigma: SAEB, ENEM ENC ou PROVÂO

Críticas ao paradigma objetivista:

·         Os alunos aprendem determinados conhecimentos tidos como importantes, mas que distanciam dos seus interesses pessoais ou sociais.
·         Processo de alienação implícito nas práticas de ensino, destituídos de sentido.
·         Presta-se a finalidades de classificação, discriminação e exclusão.
·         Está dissociada das realidades política e social.

Paradigma subjetivista

Subjetivo é uma palavra relativa ao sujeito, seu modo individual, pessoal ou particular de ser.
É o paradigma qualitativo, associado à idéia de que há interferências subjetivas individuais nas investigações científicas. Tendências: Construtivismo social e Teoria crítica.
A avaliação está sempre presente, é permanente e diária. O aluno é o centro dinâmico do processo de ensino aprendizagem.

Paradigma Subjetivista
Professor

Valoriza as intenções dos alunos ao longo do processo de ensino, aprendizagem e avaliação, enfatizando suas faculdades de percepção.
Aluno
É colocado no centro dinâmico do processo de ensino e aprendizagem.
Processo Avaliativo

É permanente, associada ao processo de ensino e aprendizagem. É expressa pelo avaliador, conforme sua subjetividade, sem que tenha de recorrer a objetos concretos e mensuráveis.

Sua presença nos processos de avaliação educacional é acentuada, disputando ainda hoje a hegemonia com o paradigma objetivista.

Críticas ao paradigma subjetivista

·         Atribui origens distantes e abstratas às coisas, servindo a grupos e classes hegemônicos interessados na manutenção da avaliação nessas bases.
·         A incapacidade avaliativa.
·         Exaltação do individualismo na redução do ser a uma vontade supra-individual.
·         O paradigma subjetivista detém-se excessivamente no percurso e na modalidade da aprendizagem realizada, não preparando o aluno para situações competitivas, em que ele precise competir com outras pessoas. (concursos)
Podemos encontrar diversas tendências avaliativas sobrevivendo em meio a ambos os paradigmas, sem se modificarem a cada vez que aparecem.

12 comentários:

Anônimo disse...

adorei o seu resumo, me ajudou mto a fezer minha AD de prática. obg!!

Anônimo disse...

ME ajudou muito!m Obrigado

Anônimo disse...

Muito bom.Parabéns.

Anônimo disse...

Valeu pelas orientações!!!!

Anônimo disse...

Adorei! tb faço pedagogia no Cederj! O seu material me ajudou mais do q o da apostila !!!!

Anônimo disse...

Boa noite, rápida e objetiva tua explicação, também sou aluno do CEDERJ/UFRJ, cursando Licenciatura em Ciências e Biologia. parabéns, e espero encontrar mais conteúdos para que me enriqueça.

Paula disse...

Olá. Também sou aluna do Cederj, na graduação de Biologia. Suas explicações também me ajudaram a responder a AD de Prática de Ensino III. Obrigada! Abraços!

Renata Oliveira disse...

Adorei seu blog, muito bom!

Camila disse...

Obrigada pela luz!!! Tão sucinto e certeiro! Parabéns!!!

Desabafos da Quarentona disse...

Adorei sua explicação. Bem mais fácil do que as da apostila (também faço Cederj). Muito obrigada!

Anônimo disse...

Muito obrigada.

Anônimo disse...

olá!
também sou aluna de turismo do cederj e suas explicações aqui não só me ajudou a fazer a Ad1 de praticaIII como também me ajudou muito no entendimento da matéria! parabéns valeu mesmo!